Galeria de Honra GE 098° Jaguaretê
 
Distintivo de Cruzeiro do Sul
(Lobinho)

Para a conquista do Cruzeiro do Sul, o lobinho ou lobinha deve:

1. Possuir, no mínimo, 5 (cinco) especialidades, distribuídas entre pelo menos três (3) Ramos de Conhecimentos

2. Ter a Insígnia Mundial de Conservacionismo, em qualquer de suas Etapas

4. Ter participado de, no mínimo, três atividades ao ar livre com pernoite (acampamento ou acantonamento) com sua Alcatéia

5. Ter participado de uma boa ação coletiva com sua Alcatéia

6. Saber como se orientar pelo Cruzeiro do Sul

É um distintivo quadrado de tecido azul marinho, com 4 cm de lado, dentro do qual está bordado um círculo amarelo com 3,5 cm de diâmetro, debruado em amarelo, tendo ao centro o Cruzeiro do Sul, também bordado em amarelo, usado acima do bolso esquerdo da camisa, acima das estrelas de atividade. Este distintivo pode ser usado até o jovem conquistar o distintivo Lis de Ouro, ou, caso isto não aconteça, até sua saída do Ramo Escoteiro.

     
  Brunna Fujji
     
  Gabriel Henrique
     
  João Pedro
     
  Mariana Tech
     
  Mariana Rosa
     

Distintivo de Lis de Ouro
(Escoteiro)

Para a conquista da Lis de Ouro, o escoteiro deve:

1. Ter o portador do Cordão de Eficiência Vermelho e Branco

2. Ter a Insígnia Mundial de Conservacionismo, em qualquer de suas etapas

3. Ter, entre as Especialidades conquistadas, um mínimo de 3 (três) do Ramo de Conhecimentos SERVIÇOS, pelo menos no Nível 2

4. Participar de um PROJETO, sozinho ou com sua patrulha, nas seguintes condições:

a. cujo conteúdo seja resultado de uma necessidade apresentada por sua comunidade próxima (Tropa, Grupo, Bairro, etc.);
b. que seja desenvolvido seguindo todas as etapas de diagnóstico, organização, execução e avaliação; com acompanhamento de um adulto aprovado pela Chefia de Tropa;
c. cuja execução ocupe um período mínimo de 3 meses de duração;
d. que seja aprovado pela Corte de Honra de sua Tropa,
e. cujo conteúdo esteja relacionado a uma das áreas seguintes: Ciência e Tecnologia, Saúde e Meio Ambiente, Cultura e Artes, e Paz e Compreensão; e
f. que seja apresentado relatório final com todos os dados e resultados do projeto.

É um distintivo em forma de elipse, com eixos horizontal e vertical medindo, respectivamente, 5 cm e 6 cm, debruada em ouro, bordado sobre tecido azul; o interior da elipse é ocupado pelo emblema da UEB, também bordado em ouro sobre fundo azul, usado na manga esquerda da camisa. Este distintivo pode ser usado até o jovem conquistar o distintivo Escoteiro da Pátria ou, caso isto não aconteça, até sua saída do Ramo Sênior.

     
 

Clovis Santiago Cavaleiro

Conquistou sua Lis de Ouro em 1992

     
 

Renato Vidal de Oliveira

Conquistou sua Lis de Ouro em 1992

     
 

Elton Semionato Scuro

Elton, foi Lis de ouro vindo da patrulha urso desde 93

Hoje o Elton é  Médico intervencionista no SAMU Campinas e Rodovia Anhanguera/Bandeirantes (Autoban), e na SOCESP dando cursos de suporte avançado em cardiologia.

Conquistou sua Lis de Ouro em1999

     
 

Thais Motta Foresti

Conquistou sua Lis de Ouro em 2000

     
 

Manuela Ramalho de Oliveira

Conquistou sua Lis de Ouro em 2000

     
 

Camila de Oliveira Pereira

Conquistou sua Lis de Ouro em 2000

     
 

Alan Mendes

Conquistou sua Lis de Ouro em 2008

     
 

Vinicius Mendes Veiga

Conquistou sua Lis de Ouro em 2009

     

Distintivo de Escoteiro da Pátria
(Sênior)

Para a conquista do Escoteiro da Pátria, o sênior ou guia deve:

1. Ter o Cordão Dourado

2. Ter pelo menos uma Especialidade em cada Ramo de Conhecimento; pelo menos 4 (quatro) do Ramo de Conhecimentos SERVIÇOS, todas no Nível 3

3. Participar de um PROJETO, sozinho, com sua patrulha ou equipe de interesse, nas seguintes condições:

a. cujo conteúdo seja resultado de uma necessidade apresentada por uma comunidade diferente da sua;
b. que seja desenvolvido seguindo todas as etapas de diagnóstico, organização, execução e avaliação; com acompanhamento de um adulto aprovado pelo Chefe de Tropa;
c. cuja execução ocupe um período mínimo de 4 meses de duração;
d. que seja aprovado pela Assembléia de sua Tropa,
e. cujo conteúdo esteja relacionado a uma das Prioridades do Milênio definidas pela Organização das Nações Unidas; e
f. que seja apresentado relatório final com todos os dados e resultados do projeto.

São Prioridades do Milênio:

Objetivo 1 • Erradicar a extrema pobreza e a fome;
Objetivo 2 • Atingir o ensino básico universal;
Objetivo 3 • Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres;
Objetivo 4 • Reduzir a mortalidade na infância;
Objetivo 5 • Melhorar a saúde materna;
Objetivo 6 • Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças;
Objetivo 7 • Garantir a sustentabilidade ambiental;
Objetivo 8 • Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.

É um distintivo em forma de elipse, com eixos horizontal e vertical medindo, respectivamente, 5 cm e 6 cm, debruada em ouro, bordada sobre tecido verde; o interior da elipse é ocupado pelas Armas da República, bordadas em ouro e prata sobre fundo verde, usado na manga direita da camisa. Este distintivo pode ser usado até o jovem conquistar a Insígnia de B-P ou, caso isto não aconteça, até sua saída do Ramo Pioneiro

     
 

Marcelo Daniel V. Penteado

Fundador da Tropa e monitor da patrulha Xavante o Marcelo Daniel,
foi o primeiro MK a receber o distinvo de EP. Foi senior entre os anos de 1987 a 1990.

Hoje é propietario de uma escola de Aviação em Campinas/SP

     
 

Ricardo Vidal de Oliveira

Fundador da TSMK o Ricardo foi o segundo MK a receber o EP.
O Ricardo foi o fundador da Tocantins,

Hoje é Policial Civil em Campinas/SP

     
 

André Casas (Dindé)

Senior Fundador da TSMK o Dindé foi Escoteiro da Patria e Cordão Dourado, Senior da extinta Patrulha Tupy o Dindé conquistou seu E.P. em 1993.
Dindé ficou conhecido na tropa como exemplo da determinação e carisma, sem dúvida é um grande homem a ser seguido.

Hoje o Dindé é Biologo e instrutor de mergulho, Chefe Escoterio do G.E. Portal das Matas

     
 

Rodrigo Pedroso
 
Fundador da extinta Patrulha Aconcagua. o Pedrinha foi senior nos anos de 1991 a 1994.

Atualmente mora no Canada.

     
  Rafael Favaron

Favaron segue os passos de seu monitor e conquista seu EP em 1994, foi monitor da Patrulha Xavante, e ao lado do Godão liderou sua patrulha em um tempo de glorias.
     
  Clovis Santiago Cavaleiro

Clovis faz parte da história do Jaguarete, pois foi o primeiro Liz-de-Ouro do Jaguaretê, foi monitor e liderou a tropas nos anos de 1992 a 1994, depois disso foi escotista e contribui em outros G.E´s. (Anhanguera e Aguias do Sul). Recebeu seu EP em 1994 passando a liderança da tropa para o Senior Godão.
     
  Erick Rocha

Erick recebeu seu distintivo EP em 1995, foi monitor da patrulha Tocantins.
     
 

Alvaro Simões Junior

Senior da patrulha Xavante, o Godão foi senior até 1996, quando conquistou seu distintivo de Escoteiro da Patria, foi o último EP da sua geração. O Godão voltou a para a TSMK 
em momento importante, quando de sua reestruturação, 
permanecendo como escotista da tropa até o ano de 2005.
Godão sempre será lembrado pelo seu humor e pela sua Honra inabalavel. 

Godão é pai e esposo, profissional trabalha na área de Logistica no Peg&Faça em Campinas

     
 

Elton Semionato Scuro

Elton, foi senior em uma época de reformulação da tropa. 
Monitor responsavel pela reabertura da patrulha Xavante, foi o primerio EP da nova Geração.
Conquistou seu distintivo de EP em 2001
Elton sempre trouxe novidades inspiradoras e sempre buscou novos conhecimentos.

Hoje o Elton é  Médico intervencionista no SAMU Campinas e Rodovia Anhanguera/Bandeirantes (Autoban), e na SOCESP dando cursos de suporte avançado em cardiologia

     
 

Fernando Minguatto Amorim

Fernando foi senior da TSMK no mesmo período de reestruturação que o Elton, Monitor da patrulha Tocantins,
teve papel fundamental em duas Aventuras Seniores.
Foi um grande lider da patrulha Tocantins, foi exemplo devido sua condição fisíca e pelo exemplo de valor escoteiro.
Consquistou seu distintivo de EP em 2002. Além da Correia do Mateiro o Fernando conquistou a Insígnia do Aeronauta. 

Hoje Fernando é Esposo e pai de familia, trabalha na área de Bioquimica na cidade de Bragança Paulista.

     
 

Camila de Oliveira Pereira

Camila foi primeira guia MK a ser EP, foi guia em uma momento de gloria da tropa, monitora da patrulha Xavante, conquistou seu distintivo de EP em 2003.
A Camila sempre defendeu com muito vontade as suas opniões e foi Xavante até os ultimos dias de tropa.

Hoje a Camila é Comissaria de vôo da TAM.

     
 

Thais Motta Foresti

Um dos maiores lideres que essa tropa ja teve, Thais merece o respeito de todos que por aqui ja passaram, monitora da patrulha Tamoio a Thais conquistou seu Distintivo de EP em 2003, após ter vencido todos os Acampamentos em que liderou sua patrulha.

Hoje a Thais é Fisioterapeuta e a Chefe da Tropa de Seniores Monte Kênia

     
 

Felipe Flaminio João

Felipinho, foi MK na mesma época que Camila, e Thais, recebeu do Fernando Minguato a patrulha Tocantins e 
superou seu antigo monitor, conduziu a Toca como grande lider e foi exemplo para outras 3 gerações.
Manteve a Tradição da Toca de sempre fazer seu monitor EP. Além da Correia do Mateiro o Felipinho também foi Insígnia do Aeronauta.

Hoje o Felipinho é o 1° Tenente Aviador Flaminio Piloto de Caça da FAB, defende nossos céus em Natal/RN.

     
 

Manuela Ramalho de Oliveira

Manuela recebeu das mãos de seu monitor Felipinho a patrulha Tocantins, e o dever de manter a tradição da Toca, de sempre fazer de seu monitor um EP, a Manuela marcou a tropa pelo seu espirito estrovertido e alegre, mas principalmente por falar mais que o homem da cobra.

Hoje a Manuela é Biologa e trabalha em Campinas/SP

     
 

Fernando Aparecido de Oliveira

Fernandinho recebeu de sua monitora a Patrulha Tocantins, levou sua patrulha ao Topo em duas Aventuras Seniores, cumpriu sua missão e manteve a tradição da Toca ao conquistar em 2006 seu distintivo especial de Escoteiro-da-Patria.
Foi o Último EP de sua Geração.

Hoje o Fernando é Técnico do Meio Ambiente, trabalha em Jaguariuna, é casado e em breve será pai.

     
  Allan Mendes

Alan faz parte a geração 2010, é o primeiro EP dessa época e certamente é exemplo a ser seguido por todos os MK´s
Foi Cruzeiro do Sul, Liz de Ouro, e recebeu seu EP das mãos da Ch.Thais, junto com essa insignia recebe o peso de ser o unico jovem a ter recebido as 3 primeiras insignias especiais no Jaguaretê, e a obrigação de conquistar as outras duas.
     

Insígnias de BP
(Pioneiro)

Para a conquista da Insígnia de B-P o pioneiro ou pioneira deve:

1. Ter a Insígnia de Cidadania ou da Insígnia Pioneira, especialmente recomendado pelos Mestres Pioneiros e pelo conselho de Clã

2. Ter desenvolvido um projeto que ocupe no mínimo 6 meses sobre assunto de relevância cívica ou social, cujo conteúdo esteja relacionado com uma das Prioridades do Milênio definidas pela Organização das Nações Unidas, a sua livre escolha, e aprovado pela Comissão Administrativa do Clã, que deverá cobrir os seguintes aspectos:

a. escolha da idéia
b. planejamento e programação
c. organização
d. coordenação
e. realização
f. avaliação
g. relatório

Devendo ser enviado pelos canais competentes, ao Escritório Regional:

a. relatório dos serviços comunitários e das atividades de desenvolvimento que participou
b. relatório detalhado e ilustrado do seu projeto
c. parecer do Conselho de Clã
d. parecer do Mestre Pioneiro(a)

São Prioridades do Milênio:

Objetivo 1 • Erradicar a extrema pobreza e a fome;
Objetivo 2 • Atingir o ensino básico universal;
Objetivo 3 • Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres;
Objetivo 4 • Reduzir a mortalidade na infância;
Objetivo 5 • Melhorar a saúde materna;
Objetivo 6 • Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças;
Objetivo 7 • Garantir a sustentabilidade ambiental;
Objetivo 8 • Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.

É um distintivo em forma de elipse, com eixos horizontal e vertical medindo, respectivamente, 3 cm e 5 cm, com cercadura bordada em vermelho sobre tecido cinza, tendo ao centro o contorno da flor-de-lis, bordado em verde, ladeado pelas letras “B” e “P”, bordadas em amarelo, usado acima do bolso direito da camisa. Os pioneiros que o conquistarem poderão usá-lo até a saída do Ramo.

     
 

Marcelo José Simões

Marcelo foi primeiro Insignia de BP de Campinas.

     

Insígnias da Madeira
(Chefe)
A Insígnia da Madeira é concedida aos escotistas que completam a sua formação como Chefe, criada por BP a IM é um colar de couro finalizado com o nó de diamante tendo uma conta de madeira em cada ponta. A IM lembra a tradição dos Zulus, pois o Rei Dinizulu carrega um colar com os dentes dos seus inimigos. Juntamente com essa Insígnia o Chefe IM recebe o Lenço de Guiwell, os seus portadores são membros de honra do 1° Grupo Escoteiro de Guiwell que tem sua sede em Guiwell Park-Londres/Inglaterra.
     
     
 

José Inácio Oliveira

Recebeu sua IM em 1994

     
 

Rose Motta de Oliveira

Chefe Rose (metadinha), recebeu sua IM em 2002, foi chefe da Tropa Sêniorem momento importante, conduziu sua prole por 6 anos e foi a primeira mulher do Jaguarete a receber a Insignia de Madeira. A Chefe Rose possui 3 outras IM, atualmente é membro da Diretoria do G.E.

     
 

Marcelo José Simões

Chefe Marcelo ingressou na TSMK em 1992, foi monitor da patrulha Tocantins, É o primeiro Insignia de BP de Campinas. O Chefe Marcelo é portador da Medalha Cruz de Valor no Grau Prata (única no Brasil). Com orgulho carrega seu MK a 20 anos ininterruptos. 

     
  Flavio Fahl
     
 

Thaís Motta Foresti

 

 

 
 

Copyright © 2012 - GE 098° Jaguaretê - Campinas - SP. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por: MsJ Produções Artísticas